SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Fabricantes de máscara comemoram fim de emergência sanitária

Segundo a indústria, que tem visto a demanda cair no Brasil após a flexibilização, parte da produção deve ser escoada para o exterior

Fabricantes brasileiros de máscaras PFF2 comemoraram o fim da emergência sanitária anunciado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, no domingo (17).
Segundo a indústria, que tem visto a demanda pelo produto cair no Brasil após a flexibilização, parte da produção deve ser escoada para o exterior.
“Tem procura grande de fora, mas não podíamos atender por causa da restrição”, diz Raul Casanova, diretor da Animaseg (que reúne a indústria de segurança do trabalho).
A exportação de insumos usados no enfrentamento da Covid, como as máscaras, foi restringida pela Espin (Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional) no início da pandemia.
“Agora a pandemia está recuando e, obviamente, a procura externa diminui também. Mas vai ser uma oportunidade para nós porque tem outros países buscando alternativas de fornecedores”, diz Raul Casanova.
Segundo ele, a indústria nacional de máscaras quer expandir seus negócios para os Estados Unidos e a Europa.

Joana Cunha
São Paulo, SP
Postagem Anterior Próxima Postagem