SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Confiança do empresariado local volta a reagir em abril e alcança o maior nível em oito meses

  

                 FOTO ILUSTRATIVO
O Indicador de Confiança do Empresariado Baiano (ICEB), índice que avalia as expectativas do setor produtivo do estado, calculado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), marcou -67 pontos em abril.




O indicador de confiança de abril, portanto, foi maior do que o observado no mês antecedente (-164 pontos) e no mesmo mês do ano passado (-275 pontos). Além do mais, trata-se do maior patamar desde agosto de 2021 (-41 pontos), ou seja, o maior nível de confiança do empresariado local em oito meses.



Numa escala de -1.000 a 1.000 pontos, o resultado representou um aumento de 97 pontos em relação ao de março, interrompendo o percurso com duas quedas mensais consecutivas no nível de confiança. A alta recente, assim, revelou-se mais do que suficiente para suplantar os recuos constatados nos dois meses anteriores. Em relação ao registrado um ano antes, a pontuação atual evidenciou uma alta de 208 pontos.



O indicador abaixo de zero revelado no mês, entretanto, significou a permanência do pessimismo no meio empresarial baiano pela 26ª vez consecutiva. A confiança do empresariado local, assim, permaneceu na zona de Pessimismo Moderado pela 12ª vez seguida.



A alta do nível de confiança de março a abril não aconteceu de forma generalizada, visto que não foi realidade para uma das quatro atividades: Indústria, no caso. No comparativo com o mesmo mês do ano antecedente, a despeito da expansão do indicador geral em um ano, um dos setores apresentou retração: Indústria.



Do conjunto avaliado, os itens juros, crédito e situação financeira apresentaram os indicadores de confiança em pior situação no mês. Em contrapartida, as variáveis PIB nacional, emprego e vendas foram aquelas com as melhores expectativas do empresariado baiano.



O boletim completo com as análises referentes ao mês de abril pode ser acessado diretamente do site da SEI clicando aqui.


Assessoria de Comunicação

Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia

Postagem Anterior Próxima Postagem