SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Garçom morre durante sessão de tortura em Itabuna





A polícia de Itabuna tenta encontrar pistas para esclarecer o assassinato do garçom Jackson Souza Oliveira, conhecido como Keno, cujo corpo foi enterrado em uma cova rasa, numa área de bambuzal, na periferia da cidade. Sabe-se até agora que ele, poucos dias antes, se envolveu em uma confusão no bairro Conceição, onde morava.




Keno, conforme apurou a polícia, morreu durante uma sessão de tortura, amordaçado pelos criminosos. Um olho perfurado e fraturas de crânio foram algumas marcas de violência encontradas no corpo do garçom, encontrado nesta sexta-feira, 48 horas depois de desaparecido. Ele tinha 42 anos de idade e trabalhava em um restaurante do bairro São Caetano.
Postagem Anterior Próxima Postagem