SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Itabuna: Vigilância orienta supermercados sobre conservação de carnes




A Prefeitura de Itabuna reuniu trabalhadores que atuam no setor de açougues de grandes supermercados na quarta-feira, 25, para orientar sobre normas sanitárias para conservação de carnes. O encontro aconteceu no Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo a diretora Yeda Lomes, esta foi a primeira rodada de uma série de encontros que serão realizados com comerciantes da cidade. “Nosso objetivo é orientar gerentes e técnicos sobre conservação e manipulação desses produtos”, afirmou.

A diretora do Departamento de Vigilância Sanitária disse ainda que “neste primeiro momento foram reunidos os grandes supermercados, até porque também fornecem produtos para pequenos açougues. Mas, os próximos encontros serão com os pequenos comerciantes”, explica Yeda Lome.

“No encontro de hoje, entre os pontos discutidos estiveram: temperatura ideal para conservação de carnes, procedência, local e espaço adequado para armazenamento e prazo de validade. Os supermercados podem comercializar a carne de duas formas: resfriada e a congelada embalada a vácuo, mas para isso é preciso seguir uma série de normas”, acrescentou.

Ela informou que após as orientações, as inspeções serão intensificadas. “Caso o estabelecimento seja notificado por três vezes, será instaurado processo administrativo com o envolvimento da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) e Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Emprego e Renda para que possa se adequar às normas e exigências sanitárias”, justificou a diretora.
Selo de qualidade

Já os estabelecimentos que forem reconhecidos pelas boas práticas de conservação e manipulação de carnes, receberão da Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, um Selo de Qualidade da ADAB e Vigilância Sanitária.

A expectativa, de acordo com a Diretora da Vigilância Sanitária, é de que o selo comece a ser emitido a partir de junho. “Nossa intenção é que a população se sinta segura ao entrar em um açougue ou frigorífico e encontrar o Selo de Qualidade afixado em local visível. Assim, terá a certeza de que o alimento é de boa procedência”, finalizou.
Postagem Anterior Próxima Postagem