SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Justiça itabunense determina bloqueio de bens de ex-prefeita




A ex-prefeita de Ubatã, Siméia Queiroz Félix, teve seus bens bloqueados pela Justiça Federal em Itabuna. 


A decisão é da juíza Maizia Seal Carvalho em processo que apura irregularidades na contração e pagamento à empresa Pavisa Pavimentação e Obras de Saneamento Básico. 



Na mesma decisão, foi determinado também o bloqueio de bens do empresário Carlos Alberto Rabelo da Silva, dono da Pavisa, contratada para obras em Ubatã nos anos de 2013, 2014 e 2015. O montante do bloqueio, superior a R$ 1,2 milhão, é apontado como o valor pago a mais em obras superfaturadas e pagamentos indevidos. 



A ex-prefeita do município sul-baiano teve os bens bloqueados por suspeita de fraude em licitação e crime de responsabilidade, conforme decisão da magistrada federal. A ordem de bloqueio judicial de bens decorre de ação movida, pelo Ministério Público Federal (MPF), contra Siméia e o empresário Carlos Alberto Rabelo na execução de obras de ampliação e construção de escolas municipais e de postos de saúde, além de pavimentação de ruas (Várzea e Bica) e construção da Praça Lajedo. Apura-se “possível direcionamento das respectivas licitações” e superfaturamento.
Postagem Anterior Próxima Postagem