SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Síndrome respiratória grave apresenta tendência de alta em 20 capitais




Chega a 20 o número de capitais brasileiras com tendência de aumento nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), segundo o Boletim Infogripe divulgado nesta quinta-feira (26) pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A entidade informa que há um sinal contínuo de aumento dos casos de Covid-19 em todas as regiões do país.


A Síndrome Respiratória Aguda Grave pode ser causada pelo Sars-CoV-2 e vem sendo monitorada como parâmetro para acompanhar a pandemia do coronavírus no país desde 2020.

Em momentos mais críticos da pandemia, mais de 98% das mortes por SRAG em que havia teste positivo para algum vírus respiratório eram causadas pela Covid-19. No boletim desta quinta, 48% desses casos de SRAG e 84% dos óbitos atribuídos a casos virais da síndrome estão associados ao Sars-CoV-2, se forem consideradas as últimas quatro semanas.

Postagem Anterior Próxima Postagem