SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Basf vai investir R$ 350 milhões para ampliar complexo acrílico em Camaçari




A Basf vai investir R$ 350 milhões para ampliar e modernizar complexo acrílico em Camaçari. A planta terá um incremento de 105 quilotoneladas (KT) por ano na capacidade instalada de produção com a expansão. O protocolo de intenções foi assinado com o Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), na segunda-feira (22). A estimativa é que o investimento, que já começou a ser aplicado nas obras de ampliação, seja feito ao longo de 10 anos.

O complexo baiano, inaugurado em 2015, produz ácido acrílico, usado na produção de tintas, revestimentos, produtos de tratamento de água, vernizes, adesivos e aglomerantes; acrilato de butila, aplicado em resina, tintas à base de água, revestimento de papel, colas e adesivos, além de Polímeros Superabsorventes (SAP), usado na fabricação de produtos como fraldas descartáveis, e produtos de higiene feminina.

De acordo com Antonio Carlos Lacerda, vice-presidente sênior, são três plantas diferentes, três tipos de estágio de investimento para cada uma dessas fábricas, que são interligadas e os investimentos serão aplicados para o aumento da capacidade e na melhoria da eficiência das fábricas como um todo.

“A ampliação vai aumentar a oferta de matérias-primas produzidas localmente, promovendo um maior desenvolvimento da indústria nacional, criando empregos e reduzindo a dependência de importações. O aumento da oferta local de matérias-primas tem um reflexo direto na oferta de produtos aos consumidores. Isso pode ser observado na maior quantidade de marcas de fraldas de qualidade que hoje estão disponíveis no mercado”, afirma Lacerda.

Com a implantação do Complexo Acrílico há sete anos, a Basf passou a abastecer o mercado interno, antes o Brasil importava da Ásia e da Europa toda a matéria-prima para a produção de fraldas descartáveis, absorventes higiênicos e tintas acrílicas. Segundo a empresa, atualmente cerca de 90% da produção fica no Brasil e o restante é exportado.

Além disso, a chegada do complexo na Bahia atraiu a Kimberly-Clark, que está no Polo Industrial de Camaçari desde 2013. A fábrica é a primeira unidade fora do eixo Sul-Sudeste para atender ao mercado nordestino. A Kimberly é especializada em artigos de higiene e usa componentes derivados do ácido acrílico para a fabricação de fraldas de bebês e outros produtos.

——————————————
Ascom/SDE
23/08/2022
Postagem Anterior Próxima Postagem