SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Câmara de Ilhéus aprova projetos de cicloturismo e turismo de base comunitária apresentados por Cláudio Magalhães





Na tarde da última terça-feira (23), a Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou dois Projetos de Lei (PLs), apresentados pelo vereador Cláudio Magalhães (PCdoB), que instituem e estabelecem diretrizes para a política municipal de turismo de base comunitária e para o cicloturismo.


 As propostas passaram por análise da Comissão de Constituição e Justiça e seguiram para votação em plenário. O PL para a política municipal turismo de base comunitária inclui as áreas de interesse turístico na cidade, onde existem povos e comunidades tradicionais como reservas indígenas, comunidades quilombolas, de pescadores, unidades de conservação, favelas com histórico de visitação turística entre outros locais com características específicas das diretrizes do projeto. De acordo com Cláudio Magalhães, a atividade comercial do turismo nessas áreas será feita, prioritariamente, na forma da economia solidária, sob regulação da autoridade de turismo competente. “Esses empreendimentos devem se basear na sustentabilidade, promoção da cultura e tradições locais, de economia solidária e promoção da agroecologia, fomentando emprego e renda para quem mais precisa”, afirmou. 




O PL da política municipal de cicloturismo estabelece diretrizes de incentivo ao uso de bicicleta, turismo ecológico, promoção da mobilidade e acessibilidade, entre outras questões. “O cicloturismo é a forma de turismo que consiste em viajar utilizando a bicicleta como meio de transporte, seu sistema envolve um conjunto de circuitos, rotas, serviços e produtos turísticos voltados para o turismo com uso da bicicleta”, assegurou Cláudio Magalhães. De acordo com o vereador, a proposta inclui o mapeamento dos atrativos, produtos turísticos e pontos de apoio existentes na região dos circuitos e rotas cicloturísticas. “Esse turismo é diferente do turismo comum, pois seu objetivo não é simplesmente chegar ao destino final, mas aproveitar o caminho que geralmente percorre estradas rurais e secundárias com muitos atrativos naturais e culturais”, destacou. “Outra grande vantagem do cicloturismo é a preocupação com a preservação do meio ambiente, seja no uso de meios de transporte sustentáveis ou na preocupação dos viajantes em cuidar do ambiente. Agradeço a colaboração dos colegas pela aprovação destes dois importantes projetos”, concluiu Cláudio Magalhães.
Postagem Anterior Próxima Postagem