SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Clínica clandestina de aborto é fechada pela polícia em Feira




Um espaço que funcionava como uma clínica ilegal para prática de aborto foi descoberto pela Polícia Civil em Feira de Santana. No local, foram apreendidos medicamentos de uso controlado para indução de aborto. O espaço clandestino ficava em uma casa no bairro Sobradinho, onde também funcionava uma farmácia.

Um homem suspeito de fornecer os medicamentos foi preso no dia 5 de agosto. A polícia procura o acusado de ministrar as substâncias e induzir os abortos, identificado como José Pamponet. Ele já teve a prisão preventiva decretada.

As mulheres que passaram por aborto no local também foram identificadas e interrogadas. Elas vão responder pelo crime, já que o aborto é ilegal no país, salvo em condições específicas, como em caso de estupro e bebê anencéfalo, quando deve-se seguir o procedimento legalmente.


Segundo a polícia, a farmácia no imóvel era mantida como fachada. O responsável pelo local morava no andar superior ao imóvel. Ele já responde a processos por venda de remédios falsos.

A polícia iniciou em abril uma operação para investigar o local, depois de uma denúncia anônima.
Postagem Anterior Próxima Postagem