SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Festival é cancelado na Espanha após tragédia




A organização do Festival da Medusa, em Cullera, na cidade espanhola de Valência, decidiu cancelar definitivamente o evento, depois da queda de várias estruturas terem feito este sábado um morto e várias dezenas de feridos.






Em comunicado, o festival garantiu que a segurança sempre foi uma "prioridade absoluta" e adianta que as previsões são de que as condições climatéricas adversas continuem.


"É um dia de luto. E respeito pelos afetados. Mais uma vez, expressamos as nossas profundas e sinceras condolências", adiantou a organização.


De fato, de acordo com a Agência Meteorológica do Estado (Aemet), as rajadas de vento fortes acompanhadas de subidas bruscas da temperatura, como as que se registaram de madrugada, podem repetir-se durante o dia.












O contato de telefone especial criado para atender os afetados ou respetivos familiares recebeu 305 chamadas nas primeiras horas de funcionamento.


De acordo com a última atualização do Ministério da Saúde, pelo menos cinco feridos continuam internados.


Apesar de rondar os 40, o número específico de feridos era esta manhã desconhecido, já que muitos se deslocaram a centros de saúde em viaturas particulares, mas a contagem oficial do Ministério dava conta de 32 pessoas levadas em ambulâncias, entre as quais uma criança.


O líder regional de Valência, Ximo Puig, escreveu no Twitter que foi "um terrível acidente que nos chocou a todos", oferecendo as suas "mais profundas condolências à família e amigos do jovem que morreu".








Recorde-se que várias estruturas e partes do palco principal caíram, pelas 4h deste sábado, devido a fortes rajadas de vento.


O Festival Medusa, que esperava reunir cerca de 320 mil pessoas até segunda-feira, iniciou na sexta-feira o seu programa oficial de música eletrónica. No local estavam 50.000 pessoas.
Postagem Anterior Próxima Postagem