SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Jerônimo diz que avanço de mortes violentas é reflexo do acesso descontrolado a armas

 


O candidato ao governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), declarou que será um governador “implacável no cumprimento da lei e no enfrentamento dos grupos criminosos” e culpou o avanço do número de mortes violentas em todo o país, ao acesso descontrolado das armas de fogo e as disputas ligadas ao tráfico de drogas.

“Uma morte violenta é sempre lamentável e precisa ser evitada a todo custo. É preciso uma ação federal de controle de fronteiras e de combate ao comércio ilegal de armas e munições. O atual presidente da República [Jair Bolsonaro] é o responsável pelo aumento descontrolado de armas em circulação. Em três anos, o número de armas nas mãos de civis e grupos criminosos triplicou”, afirmou Jerônimo ao Portal G1.

O petista também lembrou que a Bahia, nos últimos anos, realizou o maior investimento da história na segurança pública, com avanços significativos no setor. “Implantamos o Centro de Operações e Inteligência 2 de Julho, o maior da América do Sul, que integra 32 distritos e 23 Centros de Comunicação espalhados por toda a Bahia. Novas unidades policiais foram implantadas, contratamos mais de dez mil servidores nos últimos oito anos e valorizamos os profissionais da Segurança Pública com mais recursos e equipamentos”, disse.

Rodrigues afirmou ainda que a política de Segurança Pública do seu governo contará com três principais diretrizes: “mais investimento em tecnologia e inteligência; investimento nos profissionais de segurança por meio de equipamentos modernos, política de valorização salarial e formação continuada e, por fim, o controle de armas e munições. Serei um governador implacável no cumprimento da lei e no enfrentamento dos grupos criminosos”.

Postagem Anterior Próxima Postagem