SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

‘Banalização do mal’, diz Marina após bolsonarista negar marmita a eleitora do PT




Após formalizar apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa pelo Palácio do Planalto, Marina Silva (Rede-SP) comentou o recente caso envolvimento um empresário bolsonarista que viralizou nas redes sociais ao publicar vídeo no qual aparece dizendo que vai cessar doação de marmitas a uma mulher de baixa renda, por ela ser eleitora do petista.

“Esse bolsonarismo perverso faz com que alguém vá na casa de uma mulher, que passa fome, ameace que se ela não votar no Bolsonaro vai perder a ajuda de alimento, e posta isso nas redes sociais como se fosse um grande feito”, disse a ex-ministra e candidata a deputada federal, em entrevista ao UOL, nesta terça-feira (13). “Isso é a banalização do mal”, concluiu.

O incidente em questão aconteceu em Itapeva (SP), quando o empresário Cássio Cenali filmou a entrega dos alimentos na casa da faxineira Ilza Ramos Rodrigues.

No vídeo, ele questiona em quem a mulher vai votar para presidente nas eleições deste ano e quando ela aponta a escolha por Lula ele diz: “Lula? Então tá bom, ela é Lula, a partir de hoje não tem mais marmita. É a última marmita que vem aqui. A senhora peça para o Lula agora, beleza?”.

Surpreendida pela fala do empresário bolsonarista, ela perguntou se ele estava brincando. “Verdade, sério. Tá bom, gente? Aqui não vem mais marmita, ela vai pedir pro Lula, ‘tá’ bom?”, disse ele, se dirigindo à câmera do celular.
Postagem Anterior Próxima Postagem