SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Corinthians elimina o Fluminense e encara o Flamengo na final da Copa do Brasil




SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Corinthians e Flamengo, donos das duas maiores torcidas do Brasil, terão mais um duelo histórico, desta vez, na final da Copa do Brasil.



Nesta quinta-feira (15), o time alvinegro tornou-se o segundo a garantir uma vaga na decisão da edição de 2022 do mata-mata, ao eliminar o Fluminense, com uma vitória por 3 a 0, na Neo Química Arena.

Renato Augusto, Giuliano e Felipe Melo, este último contra, marcaram os gols do triunfo do time alvinegro em Itaquera.

No jogo de ida, os corintianos estiveram atrás no placar por duas vezes, sofrendo gols quase relâmpagos, mas conseguiram reagir e trouxeram para casa um empate por 2 a 2. Bastava, portanto, uma vitória simples para avançar à decisão.

Com um primeiro tempo impecável, o time conseguiu abrir vantagem aos 34 minutos, em um belo chute de Renato Augusto, de fora da área.

Depois do intervalo, o Fluminense até tentou reagir, mas além de não conseguir passar por Cássio, autor de defesas importantes, ainda viu no final Giuliano ampliar, aos 46, e Felipe Melo mandar contra a própria meta, aos 49.

Campeão em 1995, 2002 e 2009, além de ter três vices (2001, 2008 e 2018), a equipe corintiana vai duelar com um adversário que recentemente foi um algoz dos alvinegros.

Em confronto pelas quartas de final da Libertadores, o Flamengo passou pelo Corinthians com vitórias em São Paulo e no Rio de Janeiro.

A equipe carioca, aliás, avançou até à final da competição continental e duelará pelo troféu também com uma equipe brasileira, o Athletico Paranaense. A final será em jogo único, em 29 de outubro, no Equador.

Pela mata-mata nacional, na quarta-feira (14), o Flamengo confirmou seu favoritismo diante do São Paulo e se tornou o primeiro finalista da Copa do Brasil. Depois de vencer o jogo de ida no Morumbi, por 3 a 1, ganhou também no Maracanã, por 1 a 0 -Arrascaeta definiu o placar no Rio de Janeiro.

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Gil, Balbuena e Fábio Santos; Du Queiroz (Xavier), Fausto Vera e Renato Augusto (Giuliano); Gustavo Mosquito (Adson); Yuri Alberto (Piton) e Róger Guedes (Mateus Vital). Técnico: Vítor Pereira

FLUMINENSE
Fábio; Samuel Xavier (Michel Araújo), Nino, Manoel (Felipe Melo) e Caio Paulista (Marrony); Wellington (Nathan), Martinelli e Ganso; Matheus Martins (Willian), Cano e Arias. Técnico: Fernando Diniz

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/ RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa/ RS) e Guilherme Dias Camilo (Fifa/ MG)
VAR: Rodrigo D Alonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Nathan (FLU)
Gol: Renato Augusto (COR), aos 33'/1ºT; Giuliano (COR), aos 45', e Felipe Melo (FLU), contra, aos 47'/2ºT
Postagem Anterior Próxima Postagem