SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Emasa inicia a reforma dos decantadores com implantação de nova tecnologia




Operários iniciam a substituição do sistema de decantação na ETA

A Lonatec Comércio de Lonas Ltda., foi contratada pela Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), através de processo licitatório para fornecer e instalar o novo sistema de decantação em laminados de PVC flexíveis atóxicos, conhecido como lamelas, que estão sendo implantados nos três decantadores da Estação de Tratamento de Água (ETA).

Segundo o gerente Técnico da Emasa, João Bitencourt, os decantadores são responsáveis na decantação das partículas em suspensão, garantindo um alivio sobre os filtros assegurando a qualidade da água filtrada.

Bitencourt explica que o sistema de lamelas é uma nova tecnologia. “São cortinas plásticas que substituem os módulos tubulares, com melhor desempenho e redução de perdas no processo de tratamento da água e que tem uma vida útil maior que o sistema em módulos”.

O presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, lembra que existe a necessidade de substituição do atual sistema que apresenta o desgaste natural devido ao tempo de uso. “A Emasa está investindo quase R$ 3,5 milhões nesse novo sistema do processo de decantação. É uma preocupação e compromisso do governo municipal em oferecer uma água de qualidade para nossos consumidores”, assegura o presidente da concessionária de águas e esgoto, Raymundo Mendes Filho.

A previsão é que os trabalhos de troca dos antigos módulos tubulares pelo sistema de lamelas nos três decantadores da ETA sejam concluídos nos próximos 120 dias.
Emasa inicia a reforma dos decantadores
com implantação de nova tecnologia

A Lonatec Comércio de Lonas Ltda., foi contratada pela Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), através de processo licitatório para fornecer e instalar o novo sistema de decantação em laminados de PVC flexíveis atóxicos, conhecido como lamelas, que estão sendo implantados nos três decantadores da Estação de Tratamento de Água (ETA).

Segundo o gerente Técnico da Emasa, João Bitencourt, os decantadores são responsáveis na decantação das partículas em suspensão, garantindo um alivio sobre os filtros assegurando a qualidade da água filtrada.

Bitencourt explica que o sistema de lamelas é uma nova tecnologia. “São cortinas plásticas que substituem os módulos tubulares, com melhor desempenho e redução de perdas no processo de tratamento da água e que tem uma vida útil maior que o sistema em módulos”.

O presidente da Emasa, Raymundo Mendes Filho, lembra que existe a necessidade de substituição do atual sistema que apresenta o desgaste natural devido ao tempo de uso. “A Emasa está investindo quase R$ 3,5 milhões nesse novo sistema do processo de decantação. É uma preocupação e compromisso do governo municipal em oferecer uma água de qualidade para nossos consumidores”, assegura o presidente da concessionária de águas e esgoto, Raymundo Mendes Filho.

A previsão é que os trabalhos de troca dos antigos módulos tubulares pelo sistema de lamelas nos três decantadores da ETA sejam concluídos nos próximos 120 dias.

—-
Assessoria de Comunicação Social da Emasa
Prefeitura de Itabuna
19/setembro/2022
Postagem Anterior Próxima Postagem