SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Estado da Bahia assina protocolo para desenvolver plataforma de assistência técnica rural




A assistência técnica é uma das atividades mais importantes para a melhoria e avanço da produção da agricultura familiar. O Estado da Bahia, através das Secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e de Desenvolvimento Rural (SDR), representadas pelos titulares das pastas, André Joazeiro e Jeandro Laytynher, respectivamente, assinaram um protocolo de intenções para o desenvolvimento de uma plataforma virtual que vai oferecer auxílio especializado aos agricultores nesta quarta-feira (21).



Com investimento estimado em R$ 2,1 milhões, o objetivo é facilitar a vida do agricultor por meio da conectividade. Com uso da ferramenta, será possível identificar e resolver problemas sem precisar ir até o local, evitando custo do deslocamento e trazendo soluções de forma ágil. Serão beneficiadas com a iniciativa cerca de 600 mil famílias, em torno de 2,4 milhões de pessoas. Além disso, essa importante ação passa também pelo projeto piloto, desenvolvido pela Secti, que é o Conecta Bahia Rural, que vai prover acesso à internet de forma gratuita para comunidades rurais em diversos territórios do estado.



O secretário da Secti, André Joazeiro, destaca que a nova tecnologia, desenvolvida por uma startup do Parque Tecnológico da Bahia, em parceria com o Cimatec, será muito importante para impulsionar os pequenos agricultores.



“Essa ação nasceu de uma competência desenvolvida no Parque Tecnológico, aliada à vontade de levar conexão e internet gratuita para os distritos do estado, por meio do projeto piloto Conecta Bahia Rural. Levando a conectividade, também precisamos levar conteúdo, e a assistência técnica para a zona rural talvez seja o principal conteúdo para este público. A ferramenta vem para fazermos essa assistência com menor custo e mais eficiência”.



De acordo com Lanns Almeida, gestor da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), que é ligada à SDR, e integra junto com a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car), o projeto lançado hoje, a ferramenta possibilitará uma otimização no trabalho do produtor.



“No momento em que vivemos, de tanta tecnologia, ter isso fácil, acessível, na palma da mão, tanto para o agricultor, quanto para o técnico, é fundamental. Sabemos que em um, dois, três dias uma praga pode avançar, então, é importantíssimo essa velocidade, essa transparência e, principalmente, a qualidade desse conteúdo que vai chegar na base produtiva do nosso estado”.



Para Adhvan Furtado, gerente executivo de Computação do Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia (Senai/Cimatec), o software será essencial para a modernização do serviço.



“O Estado da Bahia tem um programa muito interessante de assistência técnica rural. Com essa oportunidade de trabalhar com a SDR e Secti, seremos capazes de desenvolver tecnologias que permitam melhorar esse processo de atendimento. A ideia é levar inovação e tecnologia para acelerar o desenvolvimento das regiões”.
Postagem Anterior Próxima Postagem