SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Eleições 2022: professores são enganados por Rui Costa nos precatórios do FUNDEF




FÁBIO ROBERTO
Os professores estão indignados! Mais uma vez o governador Rui Costa (PT), enganou o servidor público estadual. Ontem (29), às vésperas das eleições gerais, o governador, depois de muita pressão por parte do Sindicato dos Trabalhadores do Estado da Bahia (APLB), liberou o pagamento doS Precatórios do Fundef a 57 mil profissionais da Educação, totalizando R$ 1,041 bilhão.




O problema é que Rui Costa pagou os valores de forma atrasada, sem os juros e de forma eleitoreira. Quer à força (como um ditador), eleger o péssimo secretário de Educação, Jerônimo Rodrigues (da mesma sigla partidária. Em um caso particular, houve um professor esperando receber R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais). Só foi depositada a quantia de R$19.000,00 (Dezenove mil reais). Um absurdo!




Em 2019, Rui Costa cortou os salários dos professores da Universidade do Estado da Bahia – Uneb, os quais estavam em greve. Um direito constitucional. Antes, negou também o valor do piso salarial estipulado pelo Governo Federal. A lei do Piso Salarial dos professores foi sancionada em 2008, estabelecendo de que o reajuste é feito no mês de janeiro anualmente. Nos dois casos, Rui Costa alegou falta de dinheiro.




O PT (Partido dos Trabalhadores), não faz jus ao nome do partido político faz décadas. Com relação aos aposentados e pensionistas também foi um descaso desde o governo Lula. Alguns aposentados optaram durante toda uma vida de trabalho por uma aposentadoria especial com os devidos descontos. Nunca houve uma correção. Há aposentados e pensionistas ganhando hoje o equivalente a 1 salário mínimo.
Postagem Anterior Próxima Postagem