SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

1º Seminário Integrador da Consciência Negra abre discussão na Educação de Itabuna




Secretário da Educação, professor Josué Brandão Junior, saúda os participantes do Seminário. Foto: Pedro Augusto.

A participação ativa do negro na sociedade e o debate das questões étnico-raciais na grade curricular foram temáticas do 1º Seminário Integrador da Consciência Negra. Aberto nesta quarta-feira, dia 9, no 2º andar da SICOOB, na Avenida do Cinquentenário, o evento é coordenado pela Secretaria Municipal da Educação, movimentos negros e universidades públicas e tem o apoio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).

Na abertura do evento, que se encerra nesta quinta–feira, dia 10, no Teatro Municipal Candinha Dória, a representante do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, Maria Domingas de Jesus, ressaltou a necessidade do combate ao racismo estrutural que muitas vezes é reproduzido pelas instituições.

“É um tema essencial, já que o racismo ainda é combatido de forma lenta. Já são de mais de 130 anos da abolição da escravatura no Brasil e a população negra está abaixo das políticas públicas”, disse Maria Domingas de Jesus.

No segundo dia do Seminário: “Avanços, Caminhos e Perspectivas da População Negra” será tratada a implantação da Lei Federal nº 10.639, que determina o conteúdo relacionado à cultura afrodescendente nas escolas da Rede Municipal de Ensino.

“É preciso que haja a inclusão desse conteúdo, que ocorra de forma positiva e com o fortalecimento da identidade dos alunos. Durante o seminário vamos falar sobre práticas anti-racistas na educação”, reforça Maria Domingas de Jesus.

“Depois dos debates desse Seminário, vamos constituir um Grupo de Trabalho, através de Portaria, para fazer essa inserção de conteúdo”, afirma o secretario municipal da Educação,Josué Brandão Júnior.

No primeiro dia, o Seminário Integrador da Consciência Negra teve a participação do presidente da subseção Ordem dos Advogados do Brasil – Itabuna, Rui Carlos Rodrigues, da diretora de Alta Complexidade da Secretaria Municipal de Promoção e Combate à Pobreza, Luciana Seara, estudantes, técnicos e convidados.

“ Já chegamos à conclusão de que 90% das pessoas acolhidas pelos programas sociais são negras. Espero que nesse Seminário tenhamos mais aprendizado para que a militância leve para os espaços públicos a mensagem de pertencimento”, ressaltou Luciana Seara. No segundo dia, no Teatro Candinha Dória, a população é convidada a participar.
____________
Departamento de Comunicação Social
Prefeitura de Itabuna
Postagem Anterior Próxima Postagem