SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

ACM Neto mantém mente aberta sobre diálogo com Lula, mas calcula que maioria do partido quer independência




O ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União) tem dito a pessoas próximas que não se opões frontalmente ao diálogo entre o partido do qual é secretário geral e o PT do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. As conversas entre as duas siglas estão sendo conduzidas pelos presidentes nacionais, o deputado federal Luciano Bivar (PE), e Gleisi Hoffmann, respectivamente. As informações são do site da revista Veja.


ACM Neto, adversário do PT na Bahia, tem defendido que o partido não deve deixar de ouvir e saber quais as expectativas do governo em relação à sigla e como os interesses e agendas das duas legendas. Como já noticiou a própria revista, outro interlocutor entre os dois partidos é o líder do União na Câmara, deputado Elmar Nascimento, parlamentar baiano ligado ao ex-prefeito de Salvador.

Pelas contas do grupo de ACM Neto, no entanto, mais da metade do União Brasil teria como tendência natural ser independente ou oposição no Congresso. Segundo essa ótica, os que defendem uma aliança com o novo governo não teriam sucesso sem apoio das maiores lideranças, entre as quais os governadores eleitos Ronaldo Caiado (GO), Mauro Mendes (MT), Marcos Rocha (RO) e Wilson Lima (AM), todos mais alinhados ao bolsonarismo.

Sobre a possibilidade de Luciano Bivar almejar ser candidato à Presidência da Câmara com apoio do governo e fazer disso uma moeda de troca, ACM Neto tem avaliado internamente que as maiores chances são do seu partido apoiar a reeleição do deputado Arthur Lira (PP-AL), que já dialoga com o União Brasil.


17 de novembro de 2022, 17:55
Postagem Anterior Próxima Postagem