SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Brasil mostra futebol eficiente, bonito e vence a Sérvia na estreia




Um time eficiente, bem articulado, seguro na defesa, mas que não conseguiu definir a última jogada de forma letal. Essa foi a Seleção Brasileira no primeiro tempo contra a Fechada Sérvia na estreia da Copa do Catar. Vinicius Júnior foi o mais incisivo, diante de uma congestionada defesa dos sérvios.

Diante de um adversário muito alto talvez fosse o caso de colocar Pedro no time em lugar de Richarlson, que não achou a bola. Raphinha teve uma chance clara, mas não chapou direito.

Começou o segundo tempo, e Raphinha teve outra chance de cara para o gol e chutou em cima do goleiro. O Brasil começou a pressionar e Alex Sandro de fora da área acertou a trave esquerda dos sérvios.

Mas centroavante tem de estar no
lugar certo e na hora certa. Neymar foi constatando para o lado esquerdo e Vinicius definiu com força, de pé direito. O goleirão de 2 metros e 2 centímetros largou e Richarlison, o Pombo, colocou para dentro: 1 a zero aos 17 do segundo tempo.

Depois que o Brasil abriu o placar, a Sérvia apertou em dois escanteios, mas Richarlison fez um gol de Pelé ao receber de trivela de Vini na marca do pênalti, ajeitou o peito e fez de voleio. A lá Pelé mas com estilo de Bebeto.

Tite tirou Vini e Paquetá e e colocou Rodrygo e Fred. Depois tirou Richarlison e colocou Gabriel Jesus.

Depois saiu Neymar com o tornozelo direito inchado e entrou Antony. Sérvia na roda.

Casemiro acertou o travessão de fora da área com classe. Sérvia na roda e várias chances para o Brasil.

Saíu Raphinha e entra Martinelli. Comandada pelo maestro Casemiro, o time de Tite mostrou um futebol ofensivo, marcando o adversário no campo dele. Os garotos deram show e Neymar foi meio que coadjuvante.

O placar de 2 a zero foi pouco. A magia da camisa amarela voltou.

Ronaldo da Guia é narrador e comentarista esportivo.
Postagem Anterior Próxima Postagem