SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Confederação Nacional da Agricultura se diz ‘pronta para diálogo’ com Lula




Uma das principais entidades do setor Agro, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) divulgou nota nesta terça-feira (1º) em que afirma estar “pronta para o diálogo e a cooperação com o governo eleito, escolhido pela maioria do povo brasileiro”, em referência ao presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva.

Derrotado pelo petista no segundo turno, o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) tem maioria entre os produtores rurais. A CNA frisou no pronunciamento que sempre acreditou que a “liberdade e a democracia são os fatores essenciais para o desenvolvimento da produção rural”. A confederação relata que recebeu o resultado das urnas “com naturalidade”.

Assinada pelo presidente da CNA, João Martins, a nota destaca que a pauta do setor é conhecida de todos os grupos políticos. “Para que a produção rural possa continuar sendo a segurança do abastecimento de alimentos para o mercado interno e a principal fonte das nossas exportações, precisamos que o governo do país, acima de tudo, proporcione segurança jurídica para o produtor, defendendo-o das invasões de terra, da taxação confiscatória ou desestabilizadora ou dos excessos da regulação estatal.”
Postagem Anterior Próxima Postagem