SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Governo da Bahia entrega novo colégio de tempo integral, no bairro de São Cristóvão, em Salvador




Com capacidade para três mil estudantes em turno parcial ou 1,5 mil, em tempo integral, o Colégio Estadual Pedro Paulo Marques e Marques foi inaugurado no bairro de São Cristóvão, em Salvador, nesta terça-feira (8). Realizada em parceria entre a Secretaria da Educação (SEC) e a Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), a obra contou com investimento de R$ 28,5 milhões do Governo da Bahia. A inauguração contou com a presença do governador Rui Costa. Também compareceram ao ato, o governador eleito Jerônimo Rodrigues e seu vice-governador, Geraldo Júnior.

O investimento em unidades escolares de grande porte e com equipamentos de lazer, esporte, pesquisa e tecnologia compõem as medidas adotadas para melhoria na qualidade da educação oferecida pelo Estado. “Essa é uma aposta para melhorar o engajamento dos alunos com a educação, esporte e cultura, por meio de projetos desenvolvidos em espaços adequados”, declarou Rui Costa.

Já em funcionamento para o ensino fundamental II, médio e cursos profissionalizantes em Guia Turístico e Técnico de Informática, a estrutura da nova unidade escolar é composta por 34 salas de aula, das quais uma sala de música, uma multifuncional e outras duas para jogos e lutas. O colégio conta ainda com laboratórios de física, química, informática e biologia, além de biblioteca, refeitório, auditório, campo society, quadra poliesportiva coberta com arquibancada e piscina semiolímpica.

Mais recursos pedagógicos

Um aspecto importante destacado pelo secretário da Educação, Danilo Melo é quanto ao projeto político-pedagógico. “A nova escola prevê e executa o programa de salas ambientes, em que os professores das diversas áreas recebem os alunos em suas devidas salas para fazer a mediação pedagógica. Temos as salas de geografia, história, física, matemática, biologia e filosofia, além do suporte dos laboratórios. Uma mediação pedagógica diferenciada em que o aluno é o protagonista e o professor dispõe de mais recursos”, explica o gestor da pasta.

Para Felipe Mário, aluno do 7° ano, a nova estrutura do colégio vai ajudar a melhorar o seu aprendizado. “Aqui tem quadra, tem campo, tem laboratórios, tem tudo. Na minha antiga escola não tinha praticamente nada”, compara o estudante.

Mais escolas

Em fase final de execução das obras, mais três colégios de tempo integral serão entregues em Salvador, para as comunidades dos bairros do Lobato, Sussuarana e Jardim Cajazeiras. Outras quatro escolas foram entregues pelo Governo do Estado na capital, em Vila Canária, Imbuí, Cabula e Paripe.
Postagem Anterior Próxima Postagem