SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

PSA Hídrico será iniciado em seis municípios da Chapada Diamantina Projeto é realizado pela SEI em parceria com Sema e Inema




O projeto Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) no âmbito dos recursos hídricos (PSA Hídrico), desenvolvido pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), avança para uma nova etapa. 



Na manhã desta sexta-feira (18), o diretor-geral da SEI, José Acácio Ferreira, em reunião com a secretária do Meio Ambiente, Márcia Telles, e a diretora-geral do Inema, Daniela Teixeira, deram encaminhamento ao diagnóstico e identificação da ferramenta adequada para as ações executivas necessárias para melhor gestão dos recursos hídricos da região dos municípios integrantes da região da Chapada Diamantina. 



Através do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/Cimatec), o projeto realizará o Diagnóstico Regional para o PSA de 6 dos 19 municípios, sendo estes Andaraí, Ibicoara, Lençois, Mucugê, Palmeiras e Piatã. “O uso acessório do PSA como instrumento econômico promoverá a conservação, a prevenção e a proteção dos recursos naturais e gera benefícios aos agricultores familiares, comunidades ribeirinhas e associações locais da Chapada Diamantina”, ressaltou o diretor-geral da SEI, José Acácio Ferreira. Para Márcia Telles, secretária da Sema, o PSA é uma ferramenta importante e democrática com processo visível e efeito a curto e longo prazo. “A secretaria está aberta e com equipe qualificada para atender as demandas do projeto. Entendemos que o processo deve galgar a educação ambiental com intuito de elevar a consciência dos produtores”. Estiveram presentes o diretor de Informações Geoambientais da SEI, Cláudio Pelosi, o diretor de Estudos, Edgard Porto, os assessores Márcio Veiga e Walter Viana, e as técnicas Thaiana Santos e Rosane Pedreira. O superintendente de Políticas e Planejamento Ambiental (SPA) da Sema, Thiago Porto, e a especialista em recursos hídricos da SPA, Luana Pimentel, também participaram. Reforçando as ações necessárias para a execução do projeto, a SEI firmou parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e a Fundação João Pinheiro, instituição de pesquisa e ensino vinculada à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais, visando o diálogo para elaboração de editais pela Fapesb, contemplando a concessão de bolsas para pesquisadores.
Postagem Anterior Próxima Postagem