SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Tebet recebe ameaças de morte e pede ao Senado reforço na segurança




A senadora Simone Tebet (MDB-MS), que no segundo turno se tornou apoiadora ativa do presidente eleito Lula (PT), solicitou ao senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado, reforço de segurança e escolta da Polícia Legislativa, após ter recebido ameaças de morte. A informação é da revista Veja, divulgada nesta sexta-feira (4).

Tebet disputou a Presidência da República nas eleições deste ano. No primeiro turno, em 2 de outubro, ela ficou na terceira posição, com 4,16% dos votos válidos. Lula, com 48,43%, e o atual presidente Jair Bolsonaro (PL), com 43,20%, disputaram o segundo turno.

“Depois de entrar de cabeça na campanha de Lula, a senadora Simone Tebet passou a ser alvo de ataques raivosos de bolsonaristas, principalmente pelas redes sociais”, diz trecho da matéria da Veja.
Postagem Anterior Próxima Postagem