SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Noves cidade da Bahia estão sem estoque da CoronaVac




Nove cidades baianas estão CoronaVac para o público infantil de 5 anos ou menos. Segundo o Jornal Correio, as cidades são Porto Seguro, Guanambi, Iaçu, Itaberaba, Mairi, Candeias, Santo Antônio de Jesus, Maiquinique e Valença. Por causa da falta do imunizante, as crianças estão com a segunda dose atrasada, e outras não estão conseguindo a primeira dose. O presidente do Conselho Estadual de Saúde (CES), Marcos Sampaio, explicou que o governo federal está demorando para enviar novos lotes para o estado, que é o órgão responsável pela distribuição para os municípios.

Pedido

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) afirma que estava com um pedido de 100 mil doses da CoronaVac para o Ministério da Saúde (MS) há mais de um mês porque já sabiam que estava faltando em alguns estados. “Eles prometeram entregar depois de meses, no dia 22 (de novembro). De fato mandaram, e as doses foram distribuídas”, diz a nota da Sesab. A orientação da pasta é que os municípios que necessitam das doses levem o pedido à Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep).

O Correio procurou o MS para saber o motivo da falta do imunizante, mas não teve resposta. Em Salvador, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disse que tem doses da CoronaVac, porém, 57 mil crianças entre 3 e 11 anos ainda não foram levadas aos postos.

Além dos nove municípios acima, outras 13 cidades já ficaram sem estoque do imunizante, no entanto receberam uma nova remessa nos últimos dias. Contudo, algumas prefeituras alertam que a quantidade não é suficiente para vacinar todo o público-alvo.
Postagem Anterior Próxima Postagem