SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Tempo permanece chuvoso e Prefeitura de Ilhéus intensifica ações para minimizar danos




Devido às fortes chuvas que atingem a cidade há mais de um mês, a Prefeitura de Ilhéus segue com diversas frentes de trabalho para mitigar os danos causados pelos temporais. As ações emergenciais coordenadas pela Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil (Seinfra) visam atender de forma célere às necessidades da população diante das ocorrências adversas.

Entre os principais pontos de atenção e mobilização estão as áreas de encostas e residências próximas a rios. As equipes da Defesa Civil continuam de prontidão e atuam no sentido de priorizar ações nos pontos mais críticos. Conforme o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o acumulado de precipitações pode atingir 73 milímetros até a próxima quinta-feira (8).

Na noite da última quinta-feira (1º) foram registrados alagamentos em 10 residências situadas na Rua do Campo, no Banco da Vitória. Nos distritos de Japu e Maria Jape outras 28 famílias ficaram desalojadas. A Prefeitura presta todo apoio necessário às famílias afetadas, com dois caminhões para auxiliar na retirada de móveis e transporte a um abrigo seguro.







O trabalho preventivo acontece por meio de vistorias, elaboração de laudos técnicos e proteção provisória de taludes com lonas. A ação conta ainda com a limpeza de canais para minimizar o transbordamento, supressão de árvore com risco de queda em imóveis e desobstrução de vias.

Balanço – Os chamados atendidos até o momento incluem as seguintes localidades: São Domingos; Rua Padre José de Anchieta; Alto da Bela Vista; Alto Santa Inês; Rua Porto Velho; Ladeira do Jacaré; Avenida Dois de Julho; Ponte Santo Antônio; Alto Palmares; Rua Jaziel Martins; limpeza dos canais no Teotônio Vilela, Ceplus, Nossa Senhora da Vitória, Avenida Soares Lopes e Faelba e limpeza das baronesas na ponte de acesso ao Maria Jape.

A Prefeitura orienta os moradores que se mantenham atentos, em suas residências, observando indícios como desagregação de solos em encostas, sinais sonoros, fissuras e rachaduras em imóveis. Em caso de emergência, a população deve entrar em contato através do número:
Postagem Anterior Próxima Postagem