SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Estado quer ampliar participação da agricultura familiar na merenda escolar




O governo estadual quer ampliar a presença da agricultura familiar na merenda da rede da Secretaria de Educação. Estratégias para ampliar essa aquisição foram debatidas neste sábado, em reunião do governador Jerônimo Rodrigues com representantes das pastas da Educação e do Desenvolvimento Rural. Participaram do encontro a secretária da Educação, Adélia Pinheiro, a procuradora geral do Estado, Bárbara Camardelli, o chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Adriano Costa, o diretor presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Jeandro Ribeiro.

“A cada ano, a gente vai melhorando e incluindo na alimentação escolar do estado da Bahia produtos da agricultura familiar. Então, a além da gente oferecer uma boa alimentação, a gente gera renda no bolso da agricultura familiar”, afirmou Jerônimo.A Lei Federal n° 11.947 prevê que no mínimo 30% do valor repassado a estados, municípios e Distrito Federal pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) deve ser utilizado na compra de produtos da agricultura familiar .

A reunião debateu aspectos como capacitação dos gestores escolares, itens do cardápio, logística entre fornecedores e colégios, processos de compras e editais.

“A integração da SEC com a SDR, que apoia a agricultura familiar e toda a sua qualificação e estruturação, é imprescindível para que o objetivo seja alcançado, que é ter o alimento de qualidade vindo da agricultura familiar também na alimentação escolar”, afirmou Adélia Pinheiro.
Postagem Anterior Próxima Postagem