SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Governadores articulam reunião com Lula nesta segunda após vandalismo




(FOLHAPRESS) - Governadores de estados articulam uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta segunda-feira (9) após os atos de vandalismo e depredação que ocorreram nas sedes dos Três Poderes, em Brasília.




O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), sugeriu aos chefes dos demais estados que ocorresse a reunião, o que foi aprovado. O encontro está marcado para 18h desta segunda. O compromisso consta na agenda oficial de Lula.

"Iremos a Brasília amanhã [segunda] para reunião com o presidente Lula e os presidentes dos demais Poderes, para que possamos, juntos, dialogar sobre a situação atual do país e as medidas necessárias contra os atos terroristas de hoje", afirmou o governador do Ceará, Elmano de Freitas (PT-CE).

Após os episódios de depredação, governadores colocaram as forças de segurança locais à disposição de Lula. O Pará, por exemplo, deve enviar 60 policiais, que chegarão a Brasília nesta segunda.

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT-RN), disse que o Fórum dos Governadores reafirmou sua indignação aos "atos golpistas, terroristas", e colocou as forças de segurança dos estados à disposição do governo federal "para somar no restabelecimento da ordem e da paz".

A governadora afirmou que a reunião desta segunda deve contar com a participação de ministros e representantes dos outros Poderes. "A hora é de se unir em defesa da democracia", disse Fátima Bezerra pelas redes sociais.

Pessoas que articulam a reunião dizem que todos os 26 estados e o DF devem participar, mesmo que alguns acompanhem de forma virtual.

A convocatória ocorreu antes de o ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinar o afastamento do cargo do governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB).
Postagem Anterior Próxima Postagem