SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Mutirão de combate à dengue amanhã alcança três bairros e o centro de Itabuna




Agentes de Combate às Endemias (ACE), do Programa de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Itabuna, promoveram nesta quinta-feira, dia 20, um Pit-Stop no Jardim do Ó, no centro. A ação de caráter educativo, visou despertar a população para o combate ao mosquito Aedes Aegypti, vetor da dengue, chikungunya e zika vírus.


A atividade também teve o objetivo de chamar a atenção sobre os mutirões que vêm ocorrendo toda sexta-feira em áreas previamente agendadas. Amanhã, por exemplo, os 172 ACE, divididos em equipes, vão iniciar a partir das 7 horas, no Alto Maron, na área central, e nos bairros de Fátima, Califórnia e Nova Califórnia, visitas domiciliares e o trabalho educativo junto às comunidades.

Os agentes usam as visitas para orientar os moradores a identificar e eliminar possíveis criadouros de larvas. Além disso, pedem que colaborem, denunciando possíveis casos de dengue e focos do mosquito.

“As famílias são nossas maiores parceiras no combate ao Aedes. Por isso, é importante que o morador receba bem os profissionais de saúde e permita que fiscalize quintais e dependências do domicílio para que possíveis focos do mosquito sejam tratados”, apela a chefe do Programa de Endemias, Lucimar Santos Ribeiro.

O combate ao mosquito causador das arboviroses por meio de mutirões começou em dezembro do ano passado no São Caetano. Com o tema “Verão sem dengue”, os agentes visitam residências, orientam os moradores e fazem o bloqueio de área com o uso de inseticida. Na semana passada, o trabalho foi realizado nos bairros Mangabinha, Pedro Jerônimo, Fonseca e na Rua da Bananeira.

Lucimar adiantou que os mutirões continuarão todas as sextas-feiras em novas áreas, seguindo o cronograma elaborado pelo Departamento de Vigilância em Saúde e que será divulgado semanalmente. Ela alerta as pessoas que apresentarem sintomas da dengue ou outras arboviroses a procurarem a unidade de saúde de seu bairro.

Segundo ela, as notificações pós-consultas servem para o controle de casos e de focos do mosquito pelo Departamento de Vigilância à Saúde. “Com base nesses dados, direcionamos ações específicas que resultam no combate ao transmissor das arboviroses, evitando possível epidemia no município”, concluiu.









Legenda: Mutirões combatem foco do mosquito e promovem educação ambiental. Fotos: arquivo
Postagem Anterior Próxima Postagem