SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

PP se reúne e secretário-geral diz: ‘na política nada é impossível’




Caminhando para apoiar o PT no plano nacional pelo apoio declarado do presidente Lula a reeleição do presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (PP), o Partido Progressista não descarta a possibilidade de seguir o mesmo caminho no plano estadual. Reunião com bancada estadual eleita (seis deputados) já está agendada para a última semana de janeiro, ocasião em que os desejos serão externados e considerados. Porém, em meio aos rumores de insatisfação com o rompimento com a base aliada após um casamento de 14 anos, ainda que de forma cautelosa, o próprio secretário-geral da sigla, Jabes Ribeiro, já antecipa que: ‘na política nada é impossível’.

“Pela conjuntura, é mais simples trabalhar pela aliança nacional, que existe um indicador positivo neste sentido, pelo fato de o presidente [Lula] apoiar a reeleição do nosso correligionário, o presidente da Câmara, Arthur Lira e o desdobramento a nível estadual vai depender do interesse das partes, mas vamos conversar sem nenhuma dificuldade, sem nenhum açodamento, ouvindo todos, esse será o ponto chave, mas na política nada é impossível”, frisou Jabes, acrescentando que, até o momento, nem o Jerônimo procurou o PP nem o PP procurou Jerônimo.

Ele, no entanto, não decreta o fim da aliança a nível municipal com o União Brasil (UB). Conforme ele, em referência a derrota de ACM Neto (UB) contra o petista Jerônimo Rodrigues (PT), ‘na vitória a humildade e na derrota a paciência’ e o mais natural é que os seis vereadores que integram o PP na Câmara de Salvador queiram apoiar o prefeito Bruno Reis. “Levando em consideração que caminhamos juntos na eleição, mas se isso vai acontecer ou não vai depender da conjuntura, do contexto”, ponderou.
Postagem Anterior Próxima Postagem