SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA
SITE TRIBUNA

Segurança Pública: prefeito Mário Alexandre recebe homenagem de ‘Amigo da CIPE Cacaueira’




A Polícia Militar da Bahia (PMBA), por meio da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe Cacaueira), iniciou a 12ª edição do Curso de Operações Rurais Mata Atlântica (COR – Mata Atlântica), com o objetivo de formar e capacitar o efetivo para operar em diversos biomas do estado.

A aula inaugural aconteceu na última sexta-feira (20), no Centro de Convenções de Ilhéus, e contou com a presença do prefeito Mário Alexandre, uma das personalidades homenageadas no evento. O vice-prefeito Bebeto Galvão também participou da abertura do curso.

O gestor recebeu das mãos do major PM Fábio Rodrigo de Melo o título de “Amigo da CIPE Cacaueira”, como reconhecimento pelo trabalho realizado em prol da segurança e do bem-estar dos cidadãos.Foto: Reclameboca


“Agradeço pela homenagem prestada por uma instituição que tenho respeito e carinho. A Polícia Militar é uma grande parceira em todas as ações que desenvolvemos e juntos vamos fortalecer ainda mais as ações com foco na segurança no nosso município”, declarou Mário Alexandre.

Conforme a Cipe, o curso é voltado para 45 alunos, entre praças e oficiais lotados em diferentes unidades da PM. Na primeira semana foram ministradas instruções de atendimento pré-hospitalar (APH) tático, a fim preparar o efetivo para situações de emergência e realização de teste de aptidão física.

“O curso tem duração de quatro semanas e inclui policiais oriundos das cidades de Salvador, Feira de Santana, Jequié e Itabuna”, explicou o oficial. Ao longo de todas as edições, 277 profissionais de Segurança Pública foram capacitados. Essa é a primeira edição executada pela Cipe Cacaueira e a primeira em ambiente de Mata Atlântica, iniciando o turno com 45 policiais militares.


Operações rurais são aquelas desenvolvidas em localidades que requerem do profissional de Segurança Pública, face às características ambientais próprias, capacidades técnicas, táticas, físicas e psicológicas, específicas e condicionadas em função do alto grau de dificuldade ora apresentada pelas contingências, pelas condições recursais, pela operação policial em si ou pela situação-crime em questão.
Postagem Anterior Próxima Postagem